Essa pergunta pode parecer polêmica e provocar respostas imediatas diferentes em cada pessoa que a lê. Entretanto, como qualquer outro segmento empresarial a escolha do local de trabalho, seja um consultório particular ou uma franquia odontológica, deve ser realizada com base em diversos fatores e não apenas nos honorários.

Ao procurar um emprego, qualquer trabalhador deve tentar analisar diferentes fatores. Tais como: condições de trabalho, honorários, plano de carreira, crescimento profissional e visão de longo prazo. Porque tão importante quanto o salário é o ambiente na empresa, benefícios e a possibilidades de desenvolvimento pessoal e profissional.

Quando falamos sobre um cenário perfeito, logo pensamos em trabalhar em consultório próprio, atendendo um público AA com ticket médio alto e poucos pacientes durante o dia. Nós já sabemos que isso não é a realidade da odontologia para a maioria dos profissionais. Sendo assim, quais os fatores você deve avaliar ao escolher a clínica que poderá contar com os seus serviços?

Honorários

Os honorários pagos são uma parte fundamental dessa escolha. Primeiramente, falaremos sobre o regime de contratação. Ele é fundamental para a escolha de um emprego. As franquias costumam oferecer o pagamento por porcentagem ou por diárias. Em nosso ponto de vista, ele realizado por diária é mais justo para ambas as partes. Isso porque o dentista não fica dependente da presença do paciente para receber, sendo muito mais previsível. Já a clínica tem mais liberdade para negociar valores com o paciente sem ter que aumentar o custo com o pagamento do especialista.

Na franquia odontológica os valores pagos pela diária variam muito conforme a formação do profissional, a experiência e a especialidade escolhida. Recentemente as franquias têm optado por melhorar os honorários pagos visando reter os profissionais por mais tempo e assim melhorar a qualidade do atendimento aos pacientes. Além disso, elas possibilitam um ambiente profissional, previsível e tecnológico para que o dentista possa exercer a parte técnica com qualidade, executando a odontologia de excelência que aprenderam nas faculdades.

Na maioria das grandes redes, os dentistas podem contar com materiais de qualidade, laboratórios de alto nível, scanners intraorais e às vezes tudo isso na própria clínica.

Oportunidade de crescimento para o dentista

Outro fator importante é a organização de processos e treinamentos que as grandes redes proporcionam aos dentistas e a toda a equipe na franquia odontológica. Isso facilita o dia a dia dos dentistas organizando melhor o prontuário, que na sua maioria já é digital e facilitando diagnósticos. Além de melhorar a comunicação entre os profissionais das diversas especialidades e aumentando a produtividade dos dentistas.

Tudo isso pode acelerar o crescimento do dentista profissionalmente levando para sua carreira um aprendizado que levaria anos para ser adquirido em treinamentos. Todo esse conhecimento pode ser útil até na montagem do seu futuro consultório próprio se isso estiver nos planos.

O futuro das franquias odontológicas

A verdade é que as grandes franquias odontológicas já perceberam que remunerar justamente e proporcionar um ambiente de trabalho de boa qualidade são fundamentais para valorizar os dentistas. Isso é essencial para atender com qualidade os pacientes e assim aumentar o faturamento das suas redes.

Pelo lado do dentista vale a pena perceber que as franquias são uma realidade cada vez mais presente. Se adaptar a esse modelo pode ser muito lucrativo e trazer crescimentos profissionais interessantes.

Ademais, por tudo isso a conclusão é que, sim, vale a pena trabalhar em franquias odontológicas!

Entretanto, os honorários não devem ser o único fator para se decidir pelo sim ou pelo não. Visto que outras questões aqui colocadas sejam preenchidas, ambas as partes podem negociar e chegar a um valor viável para empresa e para o dentista.

× Precisa de ajuda?